quinta-feira, 25 de março de 2010

Eu acredito no jovem


*Dunga
Existem pessoas que decidiram não envelhecer, apesar do tempo, das rugas, dos cabelos brancos e da visão turva. Existem jovens que mantiveram seus ideais intactos e levaram para a vida adulta, e até mesmo anciã, todos os seus sonhos, ideais e inspirações da adolescência, uma época em que “dói” crescer.  Estes hoje são presidentes, médicos, esportistas, professores, comunicadores, pessoas que nos causam admiração e que se tornaram referenciais nacionais e internacionais.

Mas olhando para os “cronologicamente” jovens, também percebemos que uma “nova safra” surgiu. Aliás, estas safras nunca deixaram de surgir. Porém, hoje, as drogas, a violência e, especialmente, a afetividade deturpada, tem sufocado esta geração, colocando verdadeiramente em risco esta juventude que sempre trouxe uma esperança aos problemas contemporâneos da humanidade.

Se dermos uma passada em cadeias públicas ou de segurança máxima, unidades terapêuticas no combate e prevenção às drogas, casas de apoio ao soropositivo em fase terminal e em outros ambientes similares, veremos um quadro assustador. Muitos jovens inteligentes e cheios de dons estão ali, tentando não desistir dos sonhos e inspirações. Mas esses sonhos muitas vezes se transformam em pesadelos. Na mensagem para a XXV Jornada Mundial da Juventude, o Papa Bento XVI afirmou: “Apesar das dificuldades, não vos deixeis desencorajar nem renuncieis aos vossos sonhos!”

É preciso um “levante”! É preciso que esses adultos que hoje decidem, formam opinião, ditam ritmos e velocidade da moda, do câmbio, das notícias e que não perderam seus ideais de juventude unam-se aos jovens que, por milagre, por boa educação familiar e religiosa, não se corromperam. É preciso que esses adultos façam algo realmente significativo, pois existem, ouso dizer, milhares e milhares de jovens que não desistiram desse desafio de mudar as faces distorcidas da sociedade.

Por onde passo, vejo o brilho nos olhos dos jovens. De um lado, vejo jovens de 18 anos servindo no Exército israelense, com suas metralhadoras penduradas no pescoço, enquanto degustam seus sanduíches, sorrindo e se abraçando. Do outro lado de um muro, que traz divisão, jovens palestinos. No fundo, todos querem paz. No Paraguai, vi jovens que, apesar de toda humilhação das gerações anteriores, por causa de uma guerra violenta, não desistem e querem ver o país com alta “autoestima”. Em tantos países, vejo jovens brasileiros morrendo de saudades de seu país, enquanto batalham por uma vida melhor.

Os jovens que rezam, que estudam, que lutam para se manter castos, que sonham, que honram os pais, que erram, que caem, mas, se levantam, que saem das drogas, que cantam, que dançam, que votam – são esses os jovens que têm o direito de errar tentando acertar, que precisam ser corrigidos e orientados por uma sociedade que precisa aprender a amar a juventude.

A Organização das Nações Unidas (ONU) já declarou 2010 como o Ano Internacional da Juventude. Essa juventude pode mudar o rumo do mundo, da consciência ecológica, ética, política, sociológica e antropológica. É o jovem que pode, agora, tocar nisto e mudar o destino do planeta. As visões escatológicas, de fim de mundo, são baseadas no que muitos anciãos fazem por interesses pessoais e econômicos. Mas ao jovem o que interessa é viver, ter tempo para crescer. O jovem é o maior interessado em mudanças. Este é o momento para quem está vivo, e bem vivo, agir.

É muito difícil e triste imaginar jovens que não queiram viver. Se eles estão nas drogas, no crime, ou até mesmo na depressão, é porque os adultos não os valorizaram, não acreditaram que aquela criança ou adolescente teria a chance real de ser alguém que, nos planos de Deus, pudesse mudar o mundo. É assim que devemos pensar. Basta um jovem. Apenas um! E o mundo pode ser melhor.

Por causa de alguns homens, pessoas que não tiveram a chance de ser um bom jovem, o rumo da história e da humanidade eclipsou-se por um tempo. O que fará um adulto que na sua juventude não foi incentivado, educado com o bem, com religião, família, cultura, ciência, ética etc.? Está em nós pais, professores, educadores, padres, pastores e políticos a responsabilidade de formar e esperar “novos” Ayton Senna, Pitanguy, Ziraldo, Chico Mendes...

Se esses jovens estão hoje com 16, 17, 18 anos, nem sabem o que espera por eles. É nossa a missão de plantar, regar e colher. Que o Criador nos ilumine para não desistirmos de nós mesmos ao esquecer que um dia fomos jovens e que hoje, como adultos, podemos acreditar que a vida continua nos filhos que geramos e que são sem dúvida uma versão melhorada de nós mesmos. Eu acredito no jovem. 

* Dunga é missionário da Comunidade Canção Nova, apresentador do programa PHN transmitido pela TV Canção Nova e locutor da Rádio Canção Nova AM e FM. É autor de quatro livros e já gravou oito CDs. Seus recentes trabalhos são o livro "Abra-se a Restauração” e o CD "Transfiguração”.
 Caso exista interesse em receber uma foto do articulista peça respondendo este e-mail.

quinta-feira, 18 de março de 2010

Qual o significado da Quaresma?

Marcado por simbologias, período representa crescimento espiritual para os católicos.
Todos os anos, a quarta-feira de cinzas marca o início da Quaresma, período de 40 dias após o Carnaval que tem por objetivo preparar os católicos para celebrar a Páscoa, data considerada a mais importante do calendário cristão.
Quaresma, palavra originária do latim que significa a quadragésima parte, é um tempo reservado para a reflexão e o crescimento espiritual. Os fiéis são convidados pela Igreja a fazer uma comparação entre a realidade de suas vidas e a mensagem cristã expressa nos Evangelhos, os livros da Bíblia que retratam a vida de Cristo. "A Quaresma é necessária para entrar num clima de recolhimento, oração, penitência e caridade; vivências que devemos experimentar enquanto esperamos o Cristo ressuscitado no domingo de Páscoa", afirma o padre Paulo Ricardo, consultor da Congregação para o Clero em assuntos de catequese junto à Santa Sé, que apresenta o programa “Oitavo Dia”, na TV Canção Nova, todos os sábados às 19h.

Por ser um tempo de introspecção, a Quaresma ficou associada à tristeza, mas de acordo com o sacerdote o significado é mais profundo. "É um período de mais espiritualidade e, para que haja o recolhimento, é necessário o silêncio, já que a principal oração cristã é ouvir a Deus e não é possível ouvir se não houver silêncio", explica padre Paulo.
Por que 40 dias?
A duração da Quaresma está baseada no simbolismo do número quatro, que representa o universo material, e do zero, que significa o tempo de nossa vida na terra com todas as provações e dificuldades. O número 40 tem papel relevante na Bíblia em várias ocasiões. No livro do Gênesis, por exemplo, a história da Arca de Noé, conta que o dilúvio durou 40 dias. Ainda no Antigo Testamento, no livro do Êxodo, os judeus caminharam durante 40 anos no deserto após fugir da escravidão no Egito que durou 400 anos. No Novo Testamento, Jesus passa 40 dias jejuando no deserto, antes de dar início à sua vida pública. De acordo com o simbolismo cristão, esses períodos servem para preparar o lado espiritual e emocional das pessoas para fatos importantes.
Penitência, qual o sentido?
O jejum é uma prática recorrente como forma de expressar a estima e respeito do povo a Deus. A Igreja Católica propõe o jejum como uma recusa a algo desejável em prol de algo mais valioso: o relacionamento entre Deus e os homens. "A penitência alimenta a virtude da temperança e a Igreja a vê como uma forma de privação de algo que deve ser oferecido simbolicamente a Deus, ou como serviços em favor do nosso próximo, o que chamamos em práticas de caridade", defende o padre Paulo Ricardo. Oficialmente, pela Lei da Igreja, o jejum deve ser feito pelos cristãos batizados, na quarta-feira de Cinzas e na sexta-feira Santa, entre pessoas de 18 a 60 anos.
De acordo com o sacerdote, independentemente da religião, as pessoas realizam formas de penitência com as mais diversas finalidades. "Quando uma pessoa vai comprar um carro, por exemplo, ela precisa muitas vezes abrir mão de muitas outras coisas que poderia adquirir para chegar a esse objetivo. Mas a penitência religiosa é um gesto de desprendimento de amor. Não se busca nada em troca além de amar e demonstrar gratidão a Deus-Pai", diz.  
 Mais informações:
Assessoria de imprensa da Comunidade Canção Nova

Ex-Libris Comunicação Integrada (11) 3266-6088
Fernanda Mira fernanda@libris.com.br ramal 209 / (11) 8229-2660
Célia Moreno celiabmoreno@libris.com.br ramal 208 / (11) 8932-8880

terça-feira, 16 de março de 2010

Trido de São José de 16 a 19/03/2010


Tema: Jesus, Filho de Maria, Filho de José, Sumo Sacerdote
Lema: São José, pai e educador na fé

Estimado (a) devoto (a) de São José de Ribamar, Caríssimo (a) Paroquiano (a).
Convidamos você com todos os seus familiares e amigos (as) para participarem do Tríduo de São José de Ribamar, nosso padroeiro.
Neste ano meditaremos sobre dois temas importantes para a nossa Igreja: o ano sacerdotal e o ano catequético. O Sacerdotal proclamado pelo Papa Bento XVI, que vai de junho de 2009 a junho de 2010 - visa, em toda a Igreja, reavivar o dom de Deus no coração dos sacerdotes, assim como o valor e a dignidade dos mesmos, enquanto ministros escolhidos por Deus e ordenados pela Igreja para pastorear os cristãos.
'"O sacerdócio é o amor do Coração de Jesus': costumava dizer São João Maria Vianey, padroeiro dos sacerdotes. Esta tocante afirmação permite-nos, antes de mais nada, evocar com ternura e gratidão o dom imenso que são os sacerdotes não só para a Igreja mas também para a própria humanidade". (Bento XVI - Carta de abertura do ano Sacerdotal).
O Ano Catequético foi aprovado na 44ª Assembleia Geral (2006) dos bispos do Brasil, após 50 anos do 1° Ano Catequético (1959). Esta iniciativa é resultado da importância que a Igreja vem dando à catequese, como ficou expresso no Diretório Nacional da Catequese e no Documento de Aparecida: "são de fundamental importância a catequese permanente e a vida sacramental, que fortalecem a conversão inicial e permitem que os discípulos missionários possam perseverar na vida cristã e na missão em meio ao mundo que nos desafia". (Doc. Aparecida, 278)
Estes dois temas concernem profundamente a nossa devoção a São José de Ribamar, nosso padroeiro. Ele foi o pai adotivo de Jesus, sumo e eterno sacerdote, do qual derivam todo ministério sacerdotal e catequético. Por isso, é de fundamental importância que possamos fazer deste nosso Tríduo uma grande oportunidade para conhecermos melhor o sentido do sacerdócio cristão ordenado e também o ministério da catequese. Que animados pelo exemplo e a intercessão de São José, possamos nos tornar verdadeiros (as) colaboradores (as) e promotores das vocações sacerdotais e do ministério dos catequistas.

P/ Equipe Organizadora do Festejo:

Pároco Solidários:
Pe. Edvaldo Rogério Santos Teixeira
Pe. Gutemberg de Sousa Feitosa
Pé. Cláudio Roberto Santos Cruz

PROGRAMAÇÃO DO TRÍDUO

Dia 16/03 (Terça-feira)
06:00h - Missa
15:00h - Missa da Saúde
16:30h - Oração do Terço
17:00h - Missa com Tríduo
Após a Celebração Eucarística Atividade Cultural: Banda Jubilu's
Dia 17/03 (Quarta-feira)
06:00h - Missa
16:30h - Oração do Terço
17:00h - Missa com Tríduo
Após a Celebração Eucarística Atividade Cultural: Grupo Coração Sereno
Dia 18/03 (Quinta-feira)
06:00h - Missa
16:30h - Oração do Terço
17:00h - Missa com Tríduo
Após a Celebração Eucarística Atividade Cultural: Ministério Boa Nova
Dia 19/03 - Dia de SÃO JOSÉ (Sexta-feira)
06:00h - Missa
08:30h - Missa
10:00h - Batizado
11:30h - Missa
14:30h - Louvor a São José (Apostolado da Oração)
16:00h - Procissão, logo após Celebração Eucarística campal
Após a Celebração Eucarística Atividade Cultural: Júnior Brasileiro e banda

PROGRAMAÇÃO DA SEMANA SANTA E PÁSCOA

Dia 28/03 - Procissão de Ramos
1- Saída: Comunidade S. Benedito, 07:00h
Chegada na Matriz: 08:30h
2- Saída: Comunidade S. Francisco, 17:00h
 Chegada: Ig. Sag. Coração (Moropóia), 18:00h
 Missa de Ramos:
1- Matriz: 06:00; 08:30; 11:00 e 17:00h
2- São José dos índios, 08:00h
3- N. Sra. da Boa Viagem (Praia), 17:00h
4- N. Sra. Conceição (Dr. Julinho), 19:00h
Dia 31/03 (Quarta-feira) - Celebração Penitencial (Confissões)
Matriz, 19:00h
Dia 01/04 - Santa Ceia, Translado e Adoração ao Santíssimo
Matriz, 17:00h
Sagrado Coração (Moropóia), 19:00h
Dia 02/04 - Sexta-feira da Paixão
14:00h - Via-Sacra
15:00h - Celebração da Paixão
16:30h - Procissão do Senhor Morto
Dia 03/04 - Vigília Pascal
Matriz, 19:00h
Sagrado Coração (Moropóia), 19:00h
Dia 04/04 - Domingo de Páscoa
06:00h - Missa Matriz
08:00h - Missa Santo António (Pindaí)
08:30h - Missa Matriz
10:00h - Batizados Matriz
11:30h - Missa Matriz
17:00h - Missa Matriz
19:00h - Missa São Judas
19:00h - Missa Sagrado Coração (Moropóia)
Louvor da Ressurreição - RCC - Boa Nova
Concha Acústica, 18:00h
Dias 01 a 04/04 - Acampamento da Juventude
Centro dos Padres Calabrianos (Mercês)


GOVERNO PAROQUIAL
Paróquia e Santuário de São José de Ribamar

Párocos solidários:
Pe. Edvaldo Rogério Santos Teixeira
Pe. Cláudio Roberto Santos Cruz
Pe. Gutemberg de Sousa Feitosa

Secretaria Paroquial Horário de expediente:
08:00 às 11:30h
14:00 às 17:00h

Horários dos Ofícios Litúrgicos
Missas: Segunda: 17:00h Missa e Novena de Nossa Senhora das Graças
Terça a sábado: 06:00 e 17:00h
Domingo: 06:00, 08:30, 11:30 e 17:00h

Missas Devocionais:
Terça às 15:00h - Missa da Saúde.
Quarta às 19:00h - Missa e louvor (RCC)
Preparação para o Batismo
Todas as três primeiras sextas-feiras às 19:30h, no Centro Pastoral.
Encontro de Preparação de Noivos
São trimestrais, no 4° final de semana do mês, às 14:00h, no Centro Pastoral.
Confissões
Terça a domingo
Informação na Secretaria
Arquidiocese de São Luis do Maranhão
Paróquia e Santuário de São José de Ribamar
Praça São José, 239 Centro
65.110-000 - São José de Ribamar- MA

segunda-feira, 15 de março de 2010

Missa dominical em São Luís é suspensa por falta de segurança

Padre adotou medida para evitar que fiel seja roubado na porta da igreja.
PM informou que vai fazer policiamento na região até com heilcópteros.


O padre da Igreja de São João, em São Luís, suspendeu a celebração dominical da missa das 17h30 por causa da falta de segurança na região central da cidade. Os constantes assaltos sofridos pelos fiéis na porta da igreja foram um dos motivos alegados pelo pároco Fausto Beneta para adotar a medida.
O aviso da suspensão da missa por falta de segurança foi pendurado por toda a igreja.
A Arquidiocese de São Luís informou ao G1 que a suspensão da missa vai incomodar os fiéis, mas a decisão vai durar até que a situação melhore na região. "Alguém tinha de tomar uma decisão. Quando se repete um, dois casos de assalto, os responsáveis precisam tomar uma atitude. Nós da igreja resolvemos suspender a missa", disse o padre.
A Igreja de São João é uma das mais antigas da capital maranhense. Os fiéis lamentaram a decisão e esperam que o problema da falta de segurança seja resolvido o mais rápido possível e que consigam voltar a frequentar a igreja no período noturno.
Os moradores do Centro de São Luís disseram que os roubos acontecem quando começa o anoitecer, o movimento de pessoas cai e o policiamento também fica reduzido.
O Comando do Policiamento Metropolitano informou que iniciou  uma operação no Centro de São Luís. As rondas serão feitas com cavalos, motocicletas e por helicópteros.
Fontes: http://g1.globo.com/Noticias

sexta-feira, 5 de março de 2010

Mulheres lideram projetos sociais

Na comunidade católica Canção Nova, elas estão à frente de 5 das 7 obras sociais mantidas pela instituição

 
Ao longo de pouco mais de cem anos, a mulher brasileira conseguiu ocupar espaços inéditos na sociedade. Foi um percurso árduo, mas elas entraram no mercado de trabalho, conquistaram independência econômica, se tornaram maioria nas universidades, promovendo assim uma profunda mudança na estrutura social. Essa liderança pode ser verificada também à frente de trabalhos sociais. Exemplo marcante disso foi o da pediatra e sanitarista Zilda Arns, criadora da Pastoral da Criança, por quem trabalhou durante 25 anos até sua morte trágica no Haiti, no início deste ano.
O que faz tantas mulheres não só desejarem fazer o bem, mas inspirarem tantas outras pessoas a fazerem o mesmo? O sucesso dessas líderes vem de suas atitudes cotidianas, que exigem coerência e firmeza de suas convicções, estratégia para inserir seus propósitos em seus projetos, pró-atividade e paixão pelo o que faz. Com isso, enfrentam resistências e rompem barreiras. Na comunidade Canção Nova, por exemplo, que mantém obras sociais há 12 anos, as mulheres estão à frente de 5 dos 7 projetos mantidos pela instituição. Iniciativas nas áreas de saúde, educação profissionalizante, artes que atenderam no último ano cerca de 470 mil pessoas.
É o caso da médica Márcia Mayumi Fujisawa. Aos 33 anos, ela é missionária da Comunidade Canção Nova. Ingressou na instituição religiosa há quatro anos e hoje está à frente do Posto Médico Padre Pio, que funciona no município de Cachoeira Paulista, no Vale do Paraíba (SP). Foi o primeiro projeto social da Fundação João Paulo II (FJPII), mantenedora do sistema de comunicação Canção Nova. “Assumir os papéis de mulher, missionária, médica e responsável por uma obra social, é uma grande responsabilidade, mas acredito que as mulheres têm uma sensibilidade natural para acolher, cuidar, demonstrar amor e aliviar o sofrimento das pessoas”, define.
Outro exemplo é Shirleya Nunes Santana. Ela participa da Canção Nova desde os 21 anos de idade e há nove anos é coordenadora pedagógica do Instituto Canção Nova, escola que oferece educação infantil ao ensino médio, gratuitamente, para mais de mil alunos em Cachoeira Paulista.  “Trabalhar pela educação é algo belo, rico e desafiante porque é possível se reconstruir uma família através dela. Acredito que as mulheres têm uma percepção mais apurada dos conflitos, desafios, características e vitórias de cada aluno e suas famílias”, destaca.
 Mais informações:
Assessoria de imprensa da Comunidade Canção Nova
Ex-Libris Comunicação Integrada (11) 3266-6088
Fernanda Mira fernanda@libris.com.br ramal 209 / (11) 8229-2660
Célia Moreno celiabmoreno@libris.com.br ramal 208 / (11) 8932-8880